ADS

Pastoral proporciona encontros para Melhor Idade toda terça-feira


Tem coisa melhor que reunir um grupo de amigos, todos experientes, numa tarde em pleno dia de semana para trocar ideias e falar dos assuntos que fazem parte do dia a dia deles? Esse é o objetivo da Pastoral da Terceira Idade criada há dois anos. Toda terça-feira, das 14h às 16h, o encontro está marcado numa das salas da Matriz da Ascensão do Senhor. Atualmente são 10 participantes, todos com mais de 60 anos, mas a Pastoral está sempre aberta a novos amigos. Vários temas já foram discutidos como depressão, atividade física, filhos, netos… é uma turma que tem muita vivência, anseios e medos em comum.

O bate-papo tranquilo tem sessões de filmes, momentos de oração e até convidados como uma terapeuta que um dia foi falar sobre problemas musculares e os exercícios para quem já não é mais tão novinho, mas nem por isso menos ativo. As conversas também dão espaço para os trabalhos manuais. O grupo já fez as flores artificiais que enfeitaram o Primaverão, evento que acontece uma vez por ano para arrecadar dinheiro para as obras sociais da igreja. Já fez lembrancinhas para serem entregues na missa de Natal e lanches para idosos de um asilo. Toda a despesa é dividida entre os participantes.

Ana Cristina Musa, coordenadora da pastoral, veio de Bauru, interior de São Paulo e participa das missas na Matriz. Um dia falou para o pároco Manoel Filho que queria ajudar de alguma forma e ele logo sentiu que a psicóloga com mestrado e doutorado tinha muito a contribuir. Ana Cristina então aceitou o convite e hoje divide a atenção dos três filhos, cinco netos e o consultório de psicologia com as tardes entre amigos. "O melhor dos encontros é a convivência com pessoas interessadas, a amizade. O grupo é bem dedicado. Tudo que acontece faz um bem danado”, afirma.

E no meio das nove mulheres está ele, o seu Raimundo Oliveira, um senhor de 64 anos, muito animado, aliás, o mais animado de todos, segundo Ana Cristina. Seu Raimundo é motorista de uma das participantes da pastoral há 25 anos. Ele é um católico praticante que mora no Engenho Velho da Federação, frequenta a Paróquia Santa Cruz e participa do Terço dos Homens. Ele faz questão de estar entre as jovens senhoras da pastoral. Seu Raimundo diz que sugere temas para serem discutidos, gosta de fazer comentários e não fica nada incomodado de ser o “bendito es tu entre as mulheres”. A vida dele é muito ativa, mas diz que nunca falta tempo pra Jesus. “É a palavra de Deus no comando. Os encontros na Pastoral da Terceira Idade são o nosso momento de evangelização. Estou lá sozinho como homem, mas estou junto com Jesus”, diz.

Serviço

A Pastoral da Terceira Idade retoma as atividades no dia 12 de março.